Diacono“Beati mortui qui in Domino moriuntur”. “Bem-aventurados os mortos que morrem no Senhor” (Apoc 12, 13). De fato, para aqueles que vivem na graça de Deus, a morte não consiste num desastre, mas numa passagem para a verdadeira vida. Que vida? A vida eterna, a plena participação na Vida da Santíssima Trindade, contemplando-A em Sua inefável essência, conhecendo-A e amando-A. Nisso consiste o mais elevado prêmio dos que alcançam a salvação. Mas, esse não é o único galardão. Que alegria poder conviver com a Santíssima Virgem, São José, com os principais santos de devoção e com os espíritos celestes, em meio aos sublimes esplendores do Céu Empíreo!

Felizes, realmente felizes são aqueles cujas almas entregam-se ao Senhor isentas de toda culpa grave! Mesmo que passem algum tempo no Purgatório, irão desfrutar de tantos esplendores, de tantas castas e suaves delícias! …

Com efeito, estão jubilosos os membros da Cavalaria de Maria, porque acabou de falecer um de seus integrantes. Como? Não deveriam estar eles tristes, pois perderam um de seus membros? Não, conquanto o sentimento de saudade perpasse realmente seus corações, o que mais estão a sentir é uma verdadeira alegria, pois podem dizer ter um companheiro de evangelização a interceder por eles em meio à corte celeste.

É, portanto, com uma tal alegria mesclada com um fundo de saudade, que anunciam eles aos que acompanham este site o passamento do Revdo. Diácono Ricardo Zanatelli, EP, o qual entregou sua alma a Deus na tarde de segunda-feira, 26 de setembro de 2016. Foi ele sempre um exemplo de grande dedicação, piedade e zelo pelas almas. Sua atuação se caracterizava por uma profunda e comunicativa alegria e jovialidade que a todos atraía e encantava. Todos os seus companheiros de luta dão testemunho de sua perfeita e heroica integridade moral, nunca se desviando nem para a esquerda nem para a direita, seguindo sempre o reto caminho.

Que do alto dos páramos celestes, onde esperamos esteja reluzindo de glória a nobre alma do Diác. Ricardo Zanatelli, este lance para nós um olhar de piedade e interceda para que seus irmãos de vocação, que são como ele cavaleiros de Maria, alcancem a plena santidade no cumprimento de sua vocação, obtendo da Virgem Mãe diante da Qual ele está agora presente, abundantíssimas graças nesse sentido. É isso o que também deseja a Cavalaria de Maria para todos aqueles que estão lendo o presente comunicado.